05/11/2015

SINTRA MISTERIOSA - INCURSÃO NOCTURNA PELOS BOSQUES MÁGICOS DA SERRA E MISTERIOSOS SANTUÁRIOS APÓS O POR DO SOL NA PENINHA


SÁBADO, 07 NOVEMBRO 2015, A PARTIR DAS 17H00 

SINTRA MISTERIOSA - SUNSET E INCURSÃO NOCTURNA PELOS BOSQUES MÁGICOS DA SERRA E MISTERIOSOS SANTUÁRIOS APÓS O POR DO SOL NA PENINHA

Ponto de encontro: Parque de estacionamento da Peninha às 17h00. 
O por do sol é às 17h31.
Duração: 2h00/3h00. 
EXTENSÃO: 5 KMS. 
Dificuldade: Fácil / Familiar

'SINTRA MISTERIOSA - os Bosques mágicos e sombrios da serra e os misteriosos santuários da Peninha e São Saturnino. Após o por do sol, cai o crepúsculo. As trevas envolvem-nos. O roçar do vento nas folhas, o gemer das árvores... será só isso? Que sons são estes que brotam do negrume? 

Sintra é um universo paralelo, que só conhecemos dos sonhos, mas que existe aqui bem perto...


Peninha. Pedras Irmãs. Picotos. Os misteriosos megalitos de Adrenunes. O 'mágico' Bosque dos Cedros. Ao chegarmos à antiga ermida de S. Saturnino, datando do tempo de D. Afonso Henriques, é tempo para ouvir as diversas lendas do local. Em São Saturnino, também, veremos se há surpresas, ou arrepios. Surgem por vezes pentagramas desenhados, velas vermelhas... restos de rituais. No bosque mágico, gemem os cedros - ou espíritos do local?...

O conjunto do Santuário da Peninha situa-se num dos pontos mais elevados da Serra de Sintra, onde muitas vezes se fazem sentir fortes ventos e nevoeiro, mas donde se pode apreciar uma vista fabulosa. É constituído pela Ermida de São Saturnino (edificada na época da formação do Reino – século XII - por D. Pêro Pais), por uma capela, e um palacete romântico mandado este erigir já em 1918 por Carvalho Monteiro (o mesmo da Regaleira). A capela, adjacente ao palacete, foi fundada anteriormente, no século XVII, por Frei Pedro da Conceição.

Ao longo deste percurso passamos por vários locais interessantes, como por exemplo as Pedras Irmãs (são ‘boulders’, blocos arredondados de granito com uma altura média de 5 metros). 

Mas é em Adrenunes que temos outro dos marcos do percurso. No alto de um outeiro, a 426 metros de altitude, há toda uma estrutura formada de pequenos penedos, por entre os quais se abre uma galeria com cinco metros de altura e que poderá ter sido utilizada como necrópole colectiva, isto na época megalítica.

Verificando-se a disposição das pedras em relação ao pôr-do-sol, ao pôr-da-lua e ao Cabo da Roca, relativamente próximo, pode concluir-se que será uma estrutura megalítica natural, com pedras que se apoiam umas nas outras, mas onde, posteriormente, houve intervenção do Homem.

 informações e reservas: mail@sintrawildtrail.com   sintrawildtrail@gmail.com
Tlm: 960375106 

Sem comentários:

Enviar um comentário